quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Trocando Impressões e Olhando pela janela se sabe.(Revendo/Revisando minha Obra/Texto de abril de 2009









Olhar pela janela é perceber que o novo dia já chegou...
É perceber também o sabor da Vida enquanto o mundo gira e o foco sai da realidade imposta.
Olhar pela janela é questionar-se em:  
Como o amar pode ser tão multifacetado? 
Como podem os seres permitirem serem escravizados sem a noção real disso ou de que isso acontece e simplesmente  deixam que um dia após o outro seja por regra a super valorização do desconpasso e do desacerto? 
 Não seria melhor realçar o passo e o compasso na intenção sincronia e da harmonia?
 Os Acertos não são maiores que Erros? Será? 
Ser livre é saber: A quem amar.
 A quem dirigir sentimentos. 
A quem direcionar o olhar de afeto sem intenção de retorno.
E tambem saber certo a quem direcionar o olhar de desejo, aquele que umedece as partes enquanto secando a boca, faz o sangue correr pelas veias de forma
in
con
tro
la
vel!
Olhar pela janela, é ver a vida de cor laranja, vibrante.
É sentir o amor do outro que nem fazia parte da história, mas que hoje arrebata de tal forma que torna impossível daqui pra frente viver sem o cheiro, sem o gosto, sem o brilho.
Viver é
sur
re
al
men
te
Continuar olhando pela janela até ter ao menos noção de para onde levará o risco do arco íris
Entre sonhos e delírios.
Catiaho Alc/Reflexo d 'Alma